Mostrar Mais

João Daudt Filho

 

João Daudt Filho nasceu em Santa Maria no dia 20 de junho de 1858. Era o primeiro filho do capitão João Daudt e de Catarina Häffner. Em São Leopoldo aperfeiçoou seus estudos no Colégio Nossa Senhora da Conceição. Mais tarde, cursou Farmácia na Faculdade do Rio de Janeiro. Daudt retornou à Santa Maria em 1882. Em 1892, o idealizador de inúmeras obras sociais e culturais na cidade, transferiu-se para Porto Alegre.

Figura das mais prestigiosas nos meios científicos e culturais, distinguiu-se não só pelas obras de alcance social e filantrópico, mas por sua fervorosa atuação nos movimentos abolicionista e republicano. Empreendedor dotado de grande espírito progressista, cabe-lhe a honra de ter sido um dos pioneiros da publicidade moderna no Brasil. João Daudt Filho foi responsável pelo primeiro concurso nacional de cartazes, evento realizado no Rio de Janeiro, em 1908, e pelo primeiro anúncio luminoso de movimento, que em 1910 impressionava os cariocas.

Generoso mecenas, amante das belas-artes, protegeu e financiou, sob anonimato, poetas, músicos, pintores e escultores. O seu nome está ligado a fundação da Faculdade de Medicina de Porto Alegre (RS), de asilos, hospitais, creches e associações. Aos 90 anos, em 22 de novembro de 1948, João Daudt Filho morre na cidade do Rio de Janeiro, pouco antes da publicação já revisada da terceira edição de suas Memórias. 

A Praça e o Teatro da Cidade

 

O espaço idealizado por João Daudt Filho transformou aquele ponto da Praça Saldanha Marinho em um importante recanto das artes. Deve-se a este homem de inúmeras facetas, idealizador e realizador do Theatro Treze de Maio, a existência deste bem cultural. A Associação dos Amigos do Theatro Treze de Maio, gestora desde 1993, a exitosa campanha de reconstrução lançada dois anos mais tarde, bem como a manutenção deste patrimônio histórico e cultural até a atualidade.

 

Sabe-se que a arte cênica local teve a sua origem em palcos modestos e improvisados. Portanto, a construção e a fundação do Theatro Treze de Maio devem ter sido um grande feito para a comunidade santa-mariense. O fato de ter sido organizado uma sociedade dramática no primeiro ano de suas atividades, constituída por amadores, demonstra o papel incentivador, formador e multiplicador de talentos da casa e o potencial da cidade que, até os dias atuais, forma e abriga distintos artistas, grupos, coletivos e companhias.

© 2019 POR THEATRO TREZE DE MAIO. CRIADO COM WIX.COM